Aprenda práticas fundamentais para preparar um home office para artistas durante a quarentena.

Estamos em casa. Desde de março de 2020, devido ao isolamento social decorrentes da situação de pandemia, a relação das pessoas com seus trabalhos mudou drasticamente.

Para artistas, produtores culturais e trabalhadores do setor de lazer e entretenimento a situação não diverge: encontramo-nos, todos, em um impasse: como produzir, ensaiar ou criar práticas artísticas em casa? No caso dos artistas de teatro devido a coletividade imposta pelo ofício a situação pode gerar a sensação de imobilidade. O que fazer? Como ensaiar sem sair de casa?

Muitas vezes a estrutura de nossa morada não comporta ou se assemelha com a ideia de um estúdio que encontramos nas escolas e salas de ensaio. Ou ainda nos deparamos com a necessidade de compartilhar o espaço com outras pessoas que por sua vez estão trabalhando remotamente.

Se você é um trabalhador ou trabalhadora da arte e da cultura vai entender bem o que eu estou falando. Mais dia menos dia, bate o desespero: nos percebemos estagnados, temos a necessidade de nos reinventar, mas também nos sentimos perdidos em relação a adaptação de nosso oficio, necessariamente coletivo e que carece de espaço e liberdade, no contexto do isolamento social.

E aí eu te pergunto: o que você faria em situações de “normalidade”. Seria possível produzir uma peça, uma obra performática sem absolutamente nenhuma adaptação de rotina, de contexto? Se você precisasse ensaiar em uma escola de Artes Cênicas, você simplesmente abriria a porta e começaria seu trabalho sem nenhuma programação?

Não é possível chegar numa sala e ocupá-la sem antes saber se alguém já está lá ou mesmo reservou o espaço previamente. Um ensaio ou qualquer produção artística não acontece assim de uma forma completamente espontânea. Ao contrário do que muitos pensam , o exercício artístico envolve estudo , planejamento e disciplina. Portanto reflita se os obstáculos que você tem agora, no contexto atual de trabalho domiciliar, são tão intransponíveis quanto você pensa que são. Talvez se você estabelecer algumas práticas básicas que você já fazia antes, seja possível encontrar um ponto de equilíbrio para estabelecer uma rotina de processos criativos.

Ainda duvida?

Nesta lista vamos mostrar como você pode reproduzir alguns hábitos que você já tem, no trabalho em home office para artistas.

1. Para começar exercite a presença:

Antes de qualquer atividade é necessário alcançar um estado de presença. Costumamos ter alguns rituais de início de nossas ações (lembra do cabeçalho que a professora fazia na lousa?).

Uma dica para quem trabalha com a cena estabelecer presença é recorrer as práticas que exercitem a capacidade respiratória: o uso da respiração diafragmática, de alongamentos ou mesmo de meditação podem ser o primeiro passo do seu dia-dia.

Além disso aquecer e ativar musculatura serão sempre mais que bem vindos. Procure encontrar recursos que tragam atenção, flexibilidade e disponibilidade para criar.

2.  Reserve o espaço

Escolha com antecedência um lugar da sua casa que você acredite ser adaptável para sua prática. Por exemplo, se você pretende trabalhar com estudo de texto, escolha um lugar que tem uma boa iluminação, uma mesa ,etc. Se for o caso da criação de uma cena verifique a possibilidade de um espaço mais amplo como a sala ou a garagem. Seja criativo: muitas vezes basta arrastar os móveis para você descobrir um novo universo em casa.

3. Agende seu horário

Verifique quanto tempo sua atividade demandará e organize o resto dos seus compromissos diários priorizando este compromisso. Ou seja, isto significa que você deve planejar o preparo de suas refeições e os horários da alimentação. É recomendável também programar intervalos com tempo limitado para comer e descansar. Ah, e não esquece: prepare a alimentação, separe figurino e materiais necessários um dia antes!

4. Compartilhe o ambiente

Se você estivesse usando uma sala de um estúdio você precisaria reservar o espaço para isso não é? Por que não tratar seus familiares como seus companheiros de trabalho? Avise para que saibam o seu horário de trabalho e o espaço que utilizará. Se precisar anote e coloque um recado em algum lugar visível como na porta da geladeira. Respeite o tempo estipulado e deixe o ambiente limpo ao sair. Mostrar que você respeita regras básicas de compartilhamento inspirará as pessoas ao seu redor.

5. Faça o relatório:

Não é porque você está trabalhando em home office que pode pular esta etapa! Ao contrário, elaborar em discurso sua prática artística é muito essencial para pensar em estratégias ao desenvolver o seu processo criativo. Não hesite em fazer um diário de bordo, tire fotografias, grave vídeos, ou até mesmo registre em suas redes sociais! Não importa o veículo que você escolher, mas faça que for preciso para manter anotações constantes do que está realizando.

6. Não esqueça o happy hour

Sim! Chegou a parte mais esperada deste texto! Como qualquer trabalhador, artistas também precisam conversar sobre seu ofício, as dificuldades e delícias de sua rotina, em momentos de troca e descontração. As possibilidades para isso vão desde reuniões em aplicativos de conversas em grupo ou de um momento em coletivo com as pessoas da sua casa. Compartilhe com as pessoas o que anda fazendo, suas expectativas e até as frustrações. Além de terapêutico, esse habito pode lhe auxiliar nas rotina em casa uma vez que gerará aproximação entre você e seus pares. Vale lembrar que muitas vezes as pessoas que trabalham em outras áreas não fazem nem ideia de como é a rotina de um artista: cabe a você explicar o que é necessário.

E aí? Gostou das dicas? Compartilhe este artigo com seus amigos, pois assim você pode ajudar outros artistas a organizar seu trabalho em home office.

E se você quer saber melhor sobre a profissão e o que são as Artes Cênicas, clica aqui.

2 Thoughts on “Home Office Para Artistas: seis dicas para continuar trabalhando de casa”

Responder a jttqhuzsbj Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *